Onda net

Publicado em 06/02/2019 07h47

Nova Previdência pode ser aprovada na Câmara até maio


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ser possível os deputados aprovarem a reforma da Previdência até maio, mesmo com o texto passando antes por duas comissões. O governo pretendia votar as mudanças nas regras de aposentadoria direto no plenário da Casa, o que encurtaria a tramitação. Mas Maia, após encontro como ministro Paulo Guedes (Economia), rechaçou o atalho.

Desse modo, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência a ser encaminhada pelo governo Bolsonaro deve percorrer duas comissões: a de Constituição e Justiça e uma especial para tratar exclusivamente do tema. Para aprovação na Câmara, são necessários 308 votos (de um total de 513), em dois turnos. A proposta também terá de ser chancelada em duas votações no Senado. Guedes disse que o presidente Jair Bolsonaro escolherá a versão da reforma a ser levada ao Congresso. A equipe econômica quer que as mudanças na Previdência representem economia de ao menos R$ 1 trilhão nas despesas, em prazo de até 20 anos.


TAGS
    Nenhum resultado encontrado.


COMENTÁRIOS
Bookmark and Share